terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Quem é viciado em Grey's...

põe o dedo aqui!

Mas é uma moda foca, mesmo, eu nunca quis me render aos seriados americanos, mas não resisto... sempre que deu eu fugi deles, mas minha mãe já gostava desde que eu era pequena, aí fica difícil. Cresci assistindo Arquivo X com ela, como a gente ficava muito sozinha porque meu pai tinha que trabalhar, a gente ficava muito juntas. Lembro que era tarde da noite (na minha cabeça de criança devia ser tarde da noite) e a gente assistia Arquivo X dublado na Record e depois assistia Contos da Cripta, alguém lembra? Quando eu fazia faculdade, chegava tarde em casa e minha mãe estava sempre no meu quarto assistindo os benditos seriados. Com ela também aprendi a gostar muito de Medium, Cold Case, CSI. Eu até inventei uma coreografia pra música de abertura do CSI com meu amigo João, muito zuado... mas ela ria muito, e era essa a intenção. Mas voltando aos seriados, quando eu percebi já estava viciada nos seriados que minha mãe assistia, até debatia com ela o que tinha achado e assistia com ela, quando dava tempo. Quando conheci o Otto, ele comentou que gostava de Grey's Anatomy. Ele me contou que sempre gostou de assistir os seriados da Sony e da Warner e conhecia muitos outros que eu nem me ligava e que no geral, são legais também. Mas eu nunca quis me render ao Grey's, porque tinha julgado o conteúdo e não queria passar por cima da minha própria opinião. Eu achava que Grey's era um plágio tonto de E.R. e me recusava a assistir. Grey's era pra mim que nem dobradinha: eu não ia com a cara, tinha colocado na cabeça que era ruim, mesmo sem conhecer (a diferença é que experimentei e odiei dobradinha, eca!). Aí, no primeiro aniversário do Otto comigo eu resolvi dar vários presentes pequenos pra ele, uma camiseta, um futebol de botão (que o Thomas adora!) e a primeira temporada de Grey's. Ele queria que eu assistisse com ele, mas eu me recusava, dizia que não gostava, que não queria e pronto. Aí ele começou a enrolar pra assistir, porque queria que eu assistisse com ele. Um dia estávamos em casa, fazendo nada e duros, mas duros de doer porque estávamos montando casa, sabe como é, e ele me convenceu a assistir. Tive que me render, a merda é muito legal e vicia que é uma beleza. Devoramos a primeira temporada, corremos pra comprar a segunda, cara e longa, mas depois ficamos pobretos pra comprar a terceira temporada, cara demais. Ficou uma saudade enorme, queríamos muito continuar assistindo, curiosos... fora que era bom demais, essa fase Grey's marcou muito meu casamento, a gente ficava deitado no quarto do lado, que era quarto de TV, no nosso colchãozinho de solteiro, eita, beleza! Essa foi de doer, mas só passando pra entender o quanto era legal e bom. Recentemente pegamos uma promoção no Wal Mart (ótimo lugar pra comprar DVD, por sinal) e nos demos de Natal mais temporadas do Grey's e claro, nos viciamos de novo! Assistimos tudo desde o começo e já estamos terminando a terceira temporada de novo. Já estou sofrendo em pensar que ainda não temos a quinta temporada e que, provavelmente a série acaba na quinta temporada... que faremos sem a Meredith e o Derek? E as putarias do hospital? Os casos de doenças que me deixam mais paranóica ainda? Preciso me viciar logo em outro seriado...


Meu momento tiete: eles são lindos! Será que meu marido consegue ficar com o cabelo do Shepard?

Momento DDA, lendo Desciclopédia e ouvindo Always and Forever, DJ Antoine Remix - Chocolate Puma

Um comentário:

  1. Afff.. Olha, vou vender uma dica por 50 reais. Vc baixa o Vuze e depois procura as séries em torrent, em ingles mesmo, depois baixa a legenda em portugues e voi-lá... vc tem todas as series do mundo quase de graça, pelo preço normal da sua buanda larga. Eu ja vi todas as temporadas do Lost, Weeds, Heroes, Warehouse 13 e etc assim... Pirataria? Só na SomáLIA!!! HAhahaha... que idiota, né?

    ResponderExcluir