sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Ansiosa, muito ansiosa por sinal

Estou ansiosa, de verdade. Eu não estava nem um pouco ansiosa, até essa semana "começar". Começar tipo ontem, quinta, quando as aulas começaram lá na escola. Segunda-feira começa meu mais novo desafio, outra faculdade. Estou cá pensando em mil coisas, se vou aguentar o ritmo de trabalhar e estudar de novo, se vou gostar do curso, da instituição, das pessoas que vão estudar comigo, de tudo. Esse negócio das pessoas é um saco. Normalmente me dou muito bem com as pessoas em cursos, faculdades e cia, mas minha experiência na GV não foi das melhores nesse quesito. Tem gente que está acostumada a estudar e fazer uma amizade. E tá bom. Eu estou acostumada a fazer panela com direito a tampa e tudo, e geralmente essas amizades de cursos duram pela eternidade (pelo menos a eternidade dos meus 24 anos). Pra exemplificar: no Carlos de Campos fiz vários amigos que falo e vejo até hoje, não com a mesma frequência, mas aniversários, casamentos, nascimentos de filhos e cia estamos lá, firmes e fortes. Da faculdade nem se fala, a panela praticamente não se dissolveu, vejo e falo com as meninas bastante, menos do que gostaria, mas o suficiente pra correria do dia a dia. Agora na GV... só por Deus, povinho metido e nojento, aff... claro que existiam as excessões. Claro que não sei como era o povo do médio e dos outros técnicos da GV, não dá pra generalizar. Mas, especificamente, no técnico em nutrição que eu fiz as pessoas se achavam as mais lindas e perfeitas, muito arrogantes e prepotentes, eca! Muita mulher e gay reunido dá nisso, discórdia, já disse isso, combinação bombástica para fofocas, comentários maldosos e desunião. Mas fiz minhas poucas, mas boas amizades por lá. Aí fico esperando pra ver o que me espera agora. Pelo dia em que fui fazer a matrícula, tinha bastante playboy, já fiquei com uma impressão mais ou menos, espero estar enganada. Tirando as amizades, fico pensando no conteúdo, se vou gostar, se vou me entreter. Detesto começar uma coisa e não terminar, principalmente quanto tem a ver com estudar. Detestaria começar o curso, não gostar e abandonar. Detestaria mais ainda começar o curso, detestar e terminar, só pra não abandonar. Louco, não? Estou com medo do trote, além do mais, detesto trote. Não participava de nenhum na São Marcos, nem quando entrei, nem quando os novatos entravam, a anormal aqui detesta trotes. Pior é que na primeira semana terei que aparecer pela faku nem que seja um dia, porque senão perco a vaga. A parte legal é que não estarei sozinha nessa empreitada, meu mano vai estudar no mesmo lugar que eu, só que fará um curso técnico. O bom é que a gente se dá muito bem (apesar de eu estar quaaaase matando ele e o Otto, que não param de gritar que nem retardados imitando os jogadores de Curling) e vai ser bom ter a compania dele, fora que vai ser legal ficar na cola dele e ter vários podres para chantageá-lo, hauhahahua! Só me resta desejar sorte pra essa nova empreitada e que tudo dê certo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário