segunda-feira, 22 de março de 2010

Uma segunda caprichada

Hoje a semana começou com tudo e não foi só pra mim. Em plena segunda, primeiro dia oficial da semana, tinha professora com cara de acabada, funcionário cansado, então não está sendo uma segunda caprichada só pra mim. O cansaço ainda não bateu em mim, apesar de que eu adoraria tirar uma soneca bem gostosa agora, mesmo sem estar com sono...

Estou com as baterias caregadas, mas sou uma preguiçosa nata, amante da noite. Ontem cheguei em casa só o bagaço da laranja, mas fui dormir feliz e abraçada com meu Otto às duas da manhã, sem crise. Acordei às 6 e fui trabalhar, achando que seria um dia normal. No fim, o dia está sendo normal, mas um pouco mais puxado. Muitas crianças brigaram hoje, segunda é um dia de sequelas. Tem criança que dorme o fim de semana inteiro por não ter onde brincar ou por não saírem de casa, chegam na escola ligados na tomada, querendo gastar energia. Tem criança que a gente sabe que o pai é violento e leva altos croques durante o fim de semana e chega em casa socando todos os amiguinhos e infelizmente não temos muito o que fazer, porque o conselho tutelar de São Paulo não passa de uma farsa em sua maioria. Hoje teve briga pra apartar, queimadura pra cuidar, joelho ralado pra curar, broncas para dar, foi um show. Meio-dia parecia 4 da tarde hoje. Além disso as professoras precisaram muito de ajuda hoje, eu subi e desci as escadas da escola hoje muitas e muitas vezes, pelo menos é bom pras pernas, né, tem que pensar assim. Além disso temos muitos alunos novos e transferências, o que gera muitas fichas e prontuários novos, arrumação de arquivos, tirando a reforma da secretaria e a arrumação de cada coisa em seu lugar. Depois do almoço fiz lição de inglês da faculdade e li um capítulo do livro de História. Fiz hora extra, porque a Camila não foi trabalhar hoje. O ponto alto do dia foi descobrir que o bebê que a Camila está esperando é uma menininha! Ficamos muito felizes, afinal foram 4 meses de expectativa. Eu perdi, claro, tinha CERTEZA que era um menininho chegando por aí, mas o que importa é que o bebê está lá, com o coração batendo bem forte. Ela ficou pelo hospital repousando porque o médico achou que ela estava muito magrinha, mas logo ela sai e volta pra escola pra gente encher a nova bebezinha do pedaço de presentes, estamos todas tão corujas... só quero ver quando essa leonina da brava nascer, será o xodó da secretaria!

Hoje a noite tenho aula, pra completar esse dia cheio, Inglês e Ética. Não tenho do que reclamar, estou estudando porque quero, ninguém mandou e se eu continuar do Estado, nem precisaria estudar mais. Mas quem me conhece um pouco sabe que tenho sérios problemas e adoro lotar meu dia de coisas ou eu não seria a Guaciara. A parte boa de segundas assim é que geralmente o baque é tão forte que os outros dias são mais sossegados, por mais loucos que sejam estamos anestesiados. E semanas que começam como hoje terminam rápido se eu bem conheço. E eu tô contando os dias para essa semana acabar e o fim de semana chegar logo, estou MORRENDO de saudade de Thomas, faz quase um mês que não o vejo e esse fim de semana é nosso, quero curtir demais com ele e o Otto, passear, tirar muita foto, ver desenho, pintar, fazer coisas que ele gosta. Comprei tinta spray pra cabelo azul, que ele adora, vamos fazer uma bagunça boa!

Passa semaninha, passa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário