sexta-feira, 21 de maio de 2010

Maquiagem

Maquiagem é uma coisa complicada para mim. Eu não sou muito chegada em me maquiar e muitas vezes penso que estou perdendo tempo, porque quando eu for mais velha, as maquiagens não terão o mesmo efeito que tem hoje em dia. Não sou nada de me maquiar pelo simples fato que tenho preguiça de passar a maquiagem e pior, de tirar depois. Aí penso nas rugas que vão me dar e desanimo mais ainda. Mas uma coisa é fato: quando resolvo me maquiar, fico lindinha que só! Há uns meses fui num casamento de um primo do Otto e a Lia me maquiou. Ela é super jeitosa para essas coisas e aproveitou para valorizar meus pontos fortes, como meus cílios a la Carmem Miranda. Como não sou muito fã de reboque, não passei nem base, mas não é que ela fez a coisa funcionar e eu fiquei super natural, mas mais bonita? Andei pensando e pesquisando sobre maquiagens. Dizem que o ideal é passar corretivo nas imperfeições e olheiras, depois passar base e, pra finalizar, pó compacto. Tipo, é quase uma obra, imagino minha cara rebocada com massa corrida depois de todas essas camadas que me dão calafios só de imaginar. Minha mãe fica doida comigo porque somos opostas: ela é toda vaidosa, se veste muito bem, sempre está impecável, maquiada, cheirosa, cabelos lindos e sempre diferentes, ora escuros, ora com luzes. Já eu sou mais ou menos assim: lavo o cabelo e saio com ele molhado, se acordo e não lavo o cabelo, nem perco tempo penteando (minha mãe diz que se eu tivesse cabelo duro estaria perdida), não passo maquiagem, não ligo muito pra roupas. Só adoro um perfume, acho que herdei isso do meu pai, raramente saio de casa sem uma borrifada de leve no pescoço. Mesmo assim, mami me diz que acha bobeira eu tingir o cabelo (coisa que nem cogito) porque ainda não tenho cabelos brancos (eu disse ainda, porque sinto que logo terei alguns para chamar de meus) e que maquiagem é uma coisa que não devo abusar para não dar rugas. Mesmo assim, comecei de verdade meu kit de maquiagem. Comprei um corretivo, depois uma base. Adorei, mas admito que ainda não usei, não encontrei ocasião. Como em breve terei o casório da Lili para ir, acho que vou estrear por lá meu kit reboque, pena que ainda não comprei o tal pó, bichinho caro! Por enquando estou treinando em casa e choquei: o negócio funciona mesmo! Que diferença que dá, some tudo de ruim que tem no rosto, cicatriz, manchinhas, olheiras. Por esse lado eu amei, o duro, como eu disse, é tirar isso tudo depois. Eu normalmente só passo lápis, blush, rímel e bem de vez em quando, sombra e já tenho um trabalho from hell pra tirar depois. Apesar de tudo, acredito que logo estarei bem adaptada às minhas massinhas corridas, porque eu destestava de morte blush e hoje em dia tenho logo dois. Não uso todo dia, mas em qualquer situação que quero dar um up, passo blush, dá uma diferença, parece que tomei um solzinho saudável, adoro! O negócio é continuar pesquisando pós compactos por aí ou me conformar logo que o trem é caro e comprar um. Casamento de Lili que me aguarde!

Song: Shakira feat. Alejandro Sanz - La Tortura

Um comentário:

  1. Amore,

    MAquiagem eu, ADORO! Risos! Eu acho que a maquiagem deixa sim a mulher muito mais bonita, parece que dá um up no visual, mas sinceramente não tenho a mínima vontade de me maquiar de manha, sinto um sono terrível e nenhum pingo de vontade de passar nadinha na face, ou seja, priguiça! Risos!

    BjuBju

    ResponderExcluir