segunda-feira, 14 de junho de 2010

Pular corda

Isso era uma coisa que eu pensei que nunca mais ia fazer na vida. Quando eu era pequena, a corda, junto com o elástico, eram a moda da escola e do condomínio. Lá no serviço as aulas de educação física chegaram nos esportes aeróbicos misturados às brincadeiras e nisso está incluso a corda e brincadeiras clássicas como queimada. Semana passada, Selminha teve a idéia de ajudar as meninas da quarta série batendo corda pra elas. Daí fui eu ajudar também e quando vimos estávamos as duas doidas lá ensinando as meninas a entrar na corda, pular foguinho, cantando músicas do nosso tempo. Desenterrei aquela do "rei, capitão, soldado, ladrão", aquela do "homem bateu em minha porta" e aprendi uma tal de "suco gelado, cabelo arrepiado, qual é a letra do seu namorado". Estava eu tentando ensinar as meninas a entrar na corda, explicando, mas não tava rolando. Selma, que tem um parafuso a menos (mas que eu amo imensamente, né, mainha?), jogava as meninas, delicadamente, claaaro, na corda, pra elas aprenderem a entrar na marra. Ri de doer a barriga com o "vaaaaaaaaaiiiiiiii" dela, kkkkkk! Restou eu entrar ao vivo e a cores para ensinar as meninas. O melhor foi entrar de primeira e o joelho ceder, falta de prática e idade são coisas cruéis na vida de uma pessoa... mas logo na segunda já estava como antigamente, só não me atrevi a pular foguinho porque não era boa nem quando era palito e novinha, imagina agora? Sei que passamos a idéia de pular corda para o recreio e isso está fazendo o maior sucesso, até os meninos mais terríveis e mal educados estão pedindo para brincar, o recreio está um sossego irreconhecível! E eu me divirto com aquela molecada! Meu trabalho tem um defeito: paga MUITO mal, porque pra mim trabalhar com os pequenos é uma terapia, juro, nada melhor do que os abraços de urso deles... e deixa eu sofrer um pouco agora pensando que falta menos de 10 dias pra Selminha me deixar... =(

Guacinha fazendo: vendo Itália x Paraguai e gorando muito a Azurra!
Ouvindo: David Guetta - Memories (mulheres virginianas fazem 10 coisas ao mesmo tempo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário