quarta-feira, 29 de setembro de 2010

25 primaveras!

Há uns dias eu fiz aniversário, 25 anos. Ainda estou me acostumando à nova idade, quando me perguntam quantos anos eu tenho, respondo 24 às vezes. Achei que ia ser tão estranho chegar no tal quarto de século, mas não mudou nada, pra variar, assim como não mudou quando fiz 18. Comemorei com pessoas muito queridas, amigos de curta e longa data, familiares, foi muito bom. Esse ano dei um talento, me programei e com ajuda de amigos e família a festa foi um sucesso, não faltou nada. Sobrou tanta cerveja que vivo fazendo cervejadas em casa, com jurupinga e vodka de acompanhamento. As meninas me ajudaram, meus pais e Bruno também. Arrumamos as mesas com toalhas de TNT, pensei em pequenos detalhes (dias planejando...), fiz mesa de saladas com várias opções, meu pai fez as carnes e muitas caipirinhas, ele tava tão engraçado... ri muito com as palhaçadas dele, até no parabéns ele foi pra mesa cantar comigo e até dançou! Encontrei amigas de colégio, boadrastas, da Federal, primos, gente de tudo que era lugar, duro foi colocar a fofoca em dia com tanta gente (imagine eu recém separada, quanto assunto e perguntas que não tinham...). Queria comemorar meus 25 anos com estilo, amigos e bebidas e deu tudo certo. Espero que o niver de 30 seja tão bom quanto esse e que eu lide bem com a nova idade. Será que vai ser ruim virar balzaquiana? Isso é pra outro post e mais pra frente.




Viciada nessa música: Bizzare Contact - Here Comes The Revolution

Nenhum comentário:

Postar um comentário