terça-feira, 20 de agosto de 2013

Tem coisa que só acontece comigo

Sexta-feira, dia sossegado no trabalho, Arthur melhorando do resfriado, jantarzinho marcado pra mais tarde... mas não! Alguma coisa emocionante tinha que acontecer na vida de Guaciara, claro! De onde eu tiraria tanta história pra contar?

Saio do serviço, pego a Ju na casa dela e vamos ao Teatro Brigadeiro para trocar o groupon que compramos pelos ingressos para a peça de teatro que iríamos no sábado. Vamos em duas para não pagar estacionamento, enquanto ela trocava, eu dei a volta no quarteirão com o carro, tempo certinho para ela trocar, por sinal.

Dou a volta no quarteirão e quando vou cruzar a Avenida Brigadeiro Luiz Antônio, meu (velho) carro morre. Dou a partida. Nhec, nhec, nhec, nhec, nhec, o carro reclama. Dou a partida de novo. Nhec, nhec, nhec, nhec. Nada do carro pegar. Ligo pra Ju e na maior calma (que aprendi a ter com meu marido, que riu da minha cara quando esqueci a chave dentro do carro e tive que chamar o seguro) e aviso, "Ju, o carro morreu e não liga mais, tô na esquina da Brigadeiro". Os carros começam a buzinar loucamente, hora do rush, todo mundo querendo ir pra casa e eu parada em fila dupla numa rua estreita.

Ju chega, dando risada. Rio junto. Chamo o seguro para dar uma carga na bateria, não é a primeira vez que isso acontece. O seguro chega, o rapaz do seguro não consegue abrir o capô do carro... temos que chamar o guincho. A CET chega causando e briga com o cara do seguro, que não tirou o carro do meio da rua. Estacionamos o carro. Procuro que nem louca o triângulo do carro no porta-malas, que está cheio de bagunças, carrinho de bebê e cia. Os carros passam na minha lateral gritando e buzinando. Um cara passou do lado gritando "pirigueeeeeeeete!", hahaha, só rindo!

No fim, o guincho chegou, fomos para casa, o motorista era um barato e demos risada o caminho todo. E sabe a melhor parte? O carro desceu do guincho e...

















... começou a funcionar! Hahaha, eu falo que isso só acontece comigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário