quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

O que não pode faltar na papinha do bebê

Dica do portal Bolsa de Bebê, achei essa reportagem prática e que pode ajudar muitas mamães, principalmente as de primeira viagem. Lembro como sofri quando entramos na alimentação sólida, ficava cheia de medo de errar, de colocar muito ou pouco de tal ingrediente, errar a consistência. No fim deu tudo certo, mas é sempre bom se atualizar, afinal Arthur gosta muito de sopas creme e eu também! Ele tem 2 anos e tantos e vira e mexe me pede para comer um papin (papinha)! Agora, a reportagem! 
Após os seis meses de idades, o leite materno deixa de ser a única fonte de nutrientes do bebê, dando lugar aos alimentos sólidos gradativamente. As papinhas caseiras preparadas com ingredientes frescos são as melhores opções nessa fase, pois apresentam todos os nutrientes essenciais para o desenvolvimento e crescimento do pequeno.
A formação do paladar começa a acontecer nesta época, por isso é importante que o cardápio seja diversificado. Saiba quais alimentos são peças chave na hora de compor as papinhas e combinar os sabores e prepare refeições suculentas para o seu bebê.

Ingredientes da papinha 

Carne

Tanto a carne vermelha quanto a branca são ricas em proteínas, nutriente fundamental para o desenvolvimento dos tecidos e músculos do bebê.

Arroz ou macarrão

Ambos são fonte de carboidrato, essencial para que o bebê tenha energia para executar todas as tarefas do dia, como engatinhar e aprender a falar.

Cenoura

Ela é fonte de vitamina A, que garante a saúde dos olhos, dos ossos e fortalece o sistema imunológico. O leite materno é rico em vitamina A e a cenoura é um ótimo complemento nesta fase.

Alface

Com a adição de alimentos sólidos na dieta do bebê, é importante não descuidar das fibras, que garantem o bom funcionamento do intestino. A alface é constituída basicamente de água e fibras e seu sabor suave a torna agradável ao paladar infantil.

Espinafre

Ele contém alto teor de potássio, ferro e ácido fólico, nutrientes fundamentais para o desenvolvimento do pequeno.

Batata

Uma alternativa ao arroz e macarrão, a batata é rica em carboidratos e pode ser substituída pela batata doce, que é ainda mais nutritiva e tem sabor mais agradável.

Feijão

A leguminosa é fonte de ferro e vitaminas do complexo B. A combinação de arroz com feijão garante todos os aminoácidos necessários para o bom funcionamento do organismo.

Abóbora

Fonte de fibras, vitaminas A, C e E, ela colabora para a saúde intestinal e fortalece o sistema imunológico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário