sexta-feira, 7 de março de 2014

Cabelos no verão

Praia, sol, mar... o verão vai deixar saudade, mas também efeitos colaterais no cabelo. Entenda porque seus fios ficaram ressecados e sem vida e saiba como recuperá-los já!

Manias de verão que detonam os fios:
Sol, sol e mais sol
Ressecamento, falta de brilho, enfraquecimento e pontas duplas são alguns dos sintomas pós-temporada de praia. Isso é comum na estação pois, a exposição aos raios ultravioletas racha a cutícula do cabelo e retira a umidade, deixando o cabelo seco e frágil, o que acontece menos no inverno ou quando os cabelos estão protegidos com produtos específicos.

Cabelo preso toda hora
Rabo de cavalo, coque e trança são ótimas opções de penteados quando o calor está de matar. Porém, manter o cabelo preso por muito tempo pode comprometer a resistência da fibra capilar por causa da tração feita pelo elástico ou pelos grampos de metal. O resultado é quebra na certa!

Miss chapinha
Na temporada de calor, abusar dos equipamentos elétricos pode acentuar os danos aos fios. Em excesso e em alta temperatura, secadores, bobes quentes, modeladores de cachos e pranchas alisadoras levam ao dano, enfraquecendo a fibra capilar e fragilizando ainda mais os fios. “O calor racha a cutícula do cabelo e retira a umidade, ressecando o cabelo, tornando-o seco e frágil”, explica o cabeleireiro Luiz Cintra, de São Paulo.

Mergulho na piscina
Por remover a oleosidade natural dos fios, o cloro costuma deixar o cabelo áspero e poroso. A lógica é clara: se a camada externa de proteção está machucada, as proteínas que estão dentro do fio vão embora rapidinho.

Soluções para trazer o brilho de volta!
Prato perfeito
Inclua linhaça, sardinha, salmão e outras opções ricas em ácidos graxos no cardápio. Esses alimentos ajudam a melhorar a qualidade dos fios, deixando-os mais sedosos e brilhantes. Consumir carnes magras, leguminosas, sementes e cereais integrais também é importante, porque são boas fontes de ferro e zinco, nutrientes que contribuem para fortalecer o cabelo.

Cor sim, cor não
Todo tipo de tintura permanente altera a estrutura do fio, causando uma leve agressão que, aliada aos danos do verão, deixa o cabelo um deserto só. Como o seu cabelo está fragilizado, é melhor aumentar a pausa da coloração. “O ideal é esperar no mínimo 20 dias e caprichar na hidratação caseira com um creme de tratamento potente”, aconselha Luiz Cintra. Prefira os que tenham alta concentração de queratina.

De dentro pra fora
Com os danos, o fio perde proteína, enfraquece e ganha uma estrutura repleta de porosidade. Para trazer a força, o brilho e a beleza de volta, só com uma reconstrução poderosa. E dá para fazer isso em casa, com a nova linha Dove Reconstrução Completa, que recupera o cabelo em sete dias. Com vital keratin, o produto repõe proteína e repara a estrutura interna do fio.

Fonte: Site Dove

Nenhum comentário:

Postar um comentário