segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Hoje eu assisti - Histórias Cruzadas

Oi, pessoal!

Faz tempo que não falo dos filmes que assisti, mas não foi por mal. Ando assistindo muito menos filmes do que gostaria e com o tempo super enxugado, mas hoje vim falar de um dos melhores filmes que já vi na vida, Histórias Cruzadas!



O filme tem um elenco ótimo e a maravilhosa Viola Davis está nele! Eu já gostava muito dela, agora então!

Histórias Cruzadas (The Help é o nome original) se passa na cidade de Jackson, no Mississippi, que fica no sul dos Estados Unidos e numa época muito crítica, em que a descriminação racial era fortíssima e não era vista como um problema social. Os negros não tinham vez na sociedade, muito menos as mulheres, que ainda meninas iam trabalhar como empregadas domésticas e babás nas casas da elite branca. Por sua vez, os brancos tratavam os negros muito, mas muito mal, as exceções eram raras. No filme, a jovem Skeeter (que é interpretada pela Emma Stone, de Birdman) é diferente: jovem e bonita, não quis casar e sonha em ser escritora. Trabalha em um jornal e foi obrigada a escrever uma coluna sobre limpeza da casa. Ela se incomoda demais com a situação dos negros. Por conta de sua coluna, resolve pedir ajuda a funcionária de sua amiga, Aibileen Clark (Viola Davis). Aibileen já cuidou de muitas crianças brancas e trabalhou em muitas casas. Skeeter decide entrevistar Aibileen e outras mulheres negras para criar um livro que conte o lado delas, como é a vida de trabalho pesado na casa dos brancos e um pouco de sua vida pessoal. De início, ela resiste, mas resolve dar a entrevista e convencer outras mulheres negras a falarem com Skeeter.

Dá um embrulho no estômago ver tanta injustiça e segregação. Sabe aqueles taxis que tinham pintados em suas laterias as palavras just for white (apenas para brancos) ou filas especiais para entrar nos eventos identificadas por colors (de cor)? É o que mais se vê nesse filme. Mulheres negras deixando seus filhos pequenos com outras pessoas para criar os meninos brancos da elite, ganhando verdadeiras misérias em questão de salário. Aí você pensa que hoje em dia aqui no Brasil ainda vemos muitos casos parecidos e dá mais tristeza ainda... quem nunca viu uma moça ser babá e morar na casa dos patrões boa parte da semana enquanto seu próprio filho é criado por uma parente?

O filme mostra verdadeiras humilhações, mulheres negras apanhando por suspeita de roubo, negros sendo assassinados por grupos de ódio... e aí você me peguei pensando: se eu ler essa frase que acabei de escrever sem saber do que se trata, poderia facilmente achar que uma notícia atual, não é mesmo? A diferença é que não temos assentos separados para negros nos ônibus ou num show ou numa praça...

Por tudo isso, eu indico muito esse filme. Pela história, pelo elenco, pela ligação com os dias atuais, por tudo! Histórias Cruzadas é excelente, e o melhor, tem na Netflix!

Obrigada pela visita!

Nenhum comentário:

Postar um comentário