quinta-feira, 24 de março de 2016

Adivinha quem está de óculos?

Há uns 15 anos eu comecei a sentir uma dor de cabeça chata (caraca, tô véia, dizer "há 15 anos" é tempo, hein?). Eu estudava a tarde e no período da noite comecei a fazer um cursinho preparatório para entrar na Etec e comecei a ter dores de cabeça bem incômodas. Achei que era só cansaço por estar estudando em dois turnos, mas a dor não passava e minha mãe me levou ao oftalmo.

Resultado da consulta: meio grau de astigmatismo!

Era isso que estava me incomodando tanto, me fazendo apertar os olhos para ler e me dando dor de cabeça. A solução foi fazer o óculos que o médico receitou. Fui com meu pai comprar o tal óculos, uma dificuldade para escolher armação pra essa cara redonda... mas deu certo e usando o óculos minha dor de cabeça realmente passou! Eu só usava quando estava com dificuldades para ler, nem precisava usar o tempo todo, uma beleza!

Dois anos depois eu ganhei a Lua (nossa salsicha bravinha) e ela fez o favor de comer o óculos (acreditem se quiser!). Como a dor de cabeça tinha passado, nem fui atrás de fazer outro óculos.

De uns meses pra cá comecei a ter uma dor de cabeça chata e voltei a apertar os olhos pra ler... junta a idade, o cansaço, dormir mei mal por causa das kids... resolvi marcar oftalmo para tirar a dúvida. O médico me disse que às vezes grávidas aumentam o grau da visão, não sei porque isso acontece. Como essa dor de cabeça apareceu quando a Rafa já tinha 3 meses, ele preferiu fazer o teste. Sentei na cadeira e ele colocou as lentes nos meus olhos. Botou uma fileira de letras para eu ler. Comecei: Z... hum, isso é um O ou um C? Ele mudou de lente. De novo: Z... ainda não sei, mas acho que é um O. Mudou de lente de novo. Foi como se tivesse surgido um clarão na minha frente, um nítido C! Como eu estava cega...

Diagnóstico: meio grau de astigmatismo.

O médico explicou que às vezes isso acontece, que o grau se mantém, mas às vezes sentimos necessidade de usar óculos, às vezes não. Saí da consulta feliz com a minha receita na mão. Fiz uns orçamentos, quase caí dura com o preço! Tinha óculos de 800 reais, gente, de 500...

Socorre, Deus!

Tenho gato, cachorro, filho, não posso ter um óculos caro desse. É muito ser vivo para alimentar e quebrar esse óculos, hahaha! As vendedoras queriam me empurrar tudo uns óculos chik, da Ana Hickman, da Gisele Bundchen, sendo que nem me ligo em marca de óculos (nem sabia que óculos de grau tinha marca, pra você ter noção). No fim, achei na Fotótica um com preço camarada: 170 reais e podia parcelar em até 10x sem juros. Cheguei e já falei pra moça, quero a armação mais barata que você tem, pufavô. E ela foi muito gentil e me vendeu meu óculos rapidinho! Fiquei muito esquisita de óculos, não nego, mas...

Males que vem para bem: as dores de cabeça praticamente desapareceram e eu uso óculos só para ler ou quando começo a apertar muito os olhos pra ler! Também adoro dirigir de óculos, enxergo tudo perfeitamente bem, todas as plaquinhas de rua, de trânsito, tudo! Agora estamos eu e meu marido de óculos, casal Magoo =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário